A cor de 2019 da Pantone é o Living Coral

“O coral vivo acolhe e incentiva a atividade alegre, simbolizando a nossa necessidade inata de otimismo e expressão lúdica”, descreveu a diretora executiva da Pantone, ao anunciar o Living Coral como a cor de 2019.

living-coral-coral-vivo-cor-do-ano-pantone-2019

Segundo a Pantone, o Living Coral é vibrante, porém suave, e é também uma reação à intensa necessidade de estarmos sempre conectados à tecnologia e às mídias sociais. Enquanto buscamos uma experiência autêntica e íntima, não deixamos de lado a vida moderna. Por isso a opção pelo coral vivo: uma cor estimulante, presente na natureza, mas que também representa uma presença viva nas redes sociais.

Tons mais alaranjados foram vistos em passarelas, como no desfile de verão 2019 de Marc Jacobs, na semana de moda de Nova York. A Apple também lançou a cor para o iPhone XR.

59lxuiu4nwap671o7sspvmkia1500_1_108pantone-livingcoral2

“A cor é uma lente que equilibra as realidades naturais e digitais da experiencia humana, sendo Living Coral um verdadeiro equalizador. Consumidores anseiam por conexões mais humanas e por conectividade social, qualidades expressas pelo alegre e acolhedor Living Coral, que acerta em cheio, preenchendo esta busca.”

– Leatrice Eiseman
DIRETORA EXECUTIVA DO PANTONE COLOR INSTITUTE

“Assim como o Ultra Violet do ano passado, é melhor maneirar na quantidade e deixar a cor aparecer nos detalhes. E combina com o que? Marinho, roxo e verde escuro. Ela tem muita luz e precisa de tons profundos por perto”, ensina o apresentador o arquiteto Mauricio Arruda, apresentador do GNT.2eu5qlsvu42slsljx9vibyr4i living-coral-coral-vivo-cor-do-ano-pantone-2019-2

O novo luxo é branco!

Depois de algumas temporadas cheia de brilhos e muita informação (vide sucesso das ultimas coleções Gucci e Yves Saint Laurent), o luxo se transformou e chega ao verão 2019  romântico e em tons claros. Para ser mais exata, total white!vestidos-brancos-verao-2019_0005_rendas

1500_1_111 83dcf491889ff258338f1b0213b84025-620x1049O algodão e o linho, alcançam status de luxo e estão presentes nas coleções mais bacanas da temporada. O Laise, se tornou o queridinho do momento, é super cool e aparece em vestidos, blusas, camisas. E com essa carinha vintage foi o escolhido para looks mídi e acinturados nas coleções Resort 2019 mais aplaudidas. O tecido, francês com desenhos vazados que lembram rendas, há tempos não aparecia nas cat walks.

b54afc42-99f0-4f1f-a25d-c73765dce0a1 c8f39d3a-749d-48c1-bb58-78fbfac4311eNo circuito Milão/Paris/Londres o que se viu foi o linho, nas coleções SS19, ele vem com tudo! Das lojas femininas às masculinas, das labels  mais famosas, às menores. Da camisa ao vestido, calças, saias e muitas blusas decote ombro a ombro… Ele está lá!4c1061ba-05c8-47d7-b980-351680dba47a49fc0ed0-d1ed-4382-b73b-06ad69ec58f4

A cartela de cores traz o branco como a grande estrela. Looks totalmente brancos dominaram as coleções, a informação fica por conta da mistura de texturas e volumes. Para acompanhar a cor, o prata começa a aparecer.

vestidos-verao-2019_0008_5 87f1756d-0a73-4b95-b964-5adcdd9968a6ccf1bd96-a32a-48b1-8b0b-b039a2a7a737
Mas nem só de branco vive a moda, o blush, vanilla, peach, off white e uma pincelada de azul, são os tons mais sofisticados e imperam em coleções que transitam do dia para a noite. Um glamour elegante, chique e (não há como negar), romântico!1500_1_112
laise-tendencia-verao-laise-e1415388123263

1500_1_109Portanto, prepare-se para um verão leve e repleto de materiais naturais. Vestidos fluidos, shape acinturado, tudo muito feminino, como a gente AMA!

Takeout bag, você vai usar!

Super alerta de tendência: vocês já ouviram falar da Takeout bag, da Pop & Suki? Se ainda não, pode esperar, que logo menos ela aparecerá no post de alguma fashionista na sua timeline do Instagram.

A bolsa, que tem o modelo inspirado nas caixinhas que restaurantes usam para de delivery (isso mesmo, você não leu errado), já tem fãs como Lena Dunham, Rosie Huntington-Whiteley, Elle Fanning, Linda Tol e Linda Sewell, vice-presidente criativa da Farfetch.

takeout-bag-1

Disponível em nove versões, jeans, xadrez, veludo e couro, tem alças de correntes vendidas separadamente e com opção de customização super personalizadas (marca registrada da label).

O acessório é o must have da temporada. Ah, e você compra e customiza, tudo no site, que entrega no Brasil!

Queremos já!

linda-tol paola-alberdi screen_shot_2018-08-14_at_11-42-45_zaamvzr

Para quem não conhece a marca, ela foi fundada pelas amigas Suki Waterhouse, modelo, e Poppy Jamie, empresária – bem conhecidas no mundinho fashion. Então, apesar de ser super recente,  seus acessórios são sucesso instantâneo a cada coleção.

Beyoncé na capa e o primeiro fotógrafo negro da Vogue

A edição de setembro da Vogue América é a mais importante e recheada do ano. A September Issue já ganhou até documentário, o The September Issue, revelando como é difícil produzi-la, (aliás se você não assistiu, assista!)

E depois de um grande mistério para revelar a capa,  ela foi anunciada e será estrelada por ninguém menos que Beyoncé. Queen B. recebeu all acess da editora chefe da revista, Anna Wintour, para comandar a produção, mas fez apenas uma exigência, o fotógrafo.

Para essa missão, Beyoncé contratou Tyler Mitchell, e com isso, conseguiu uma façanha: Tyler é o primeiro fotógrafo negro a clicar a capa da revista que comemora 126 anos em 2018.

1533570161200

A Vogue tem o costume de contratar fotógrafos de moda já consagrados e, segundo o jornal americano, a escolha de Mitchell não ocorreria se não fosse o poder da indicação de Beyoncé.

Palmas para a rainha!

tyler-mitchell

Editora Abril fecha 10 revistas, entre elas ELLE e Boa Forma

Em meio à crise do mercado editorial brasileiro, o Grupo Abril, o maior e um dos  mais tradicionais do Brasil, anunciou ontem o encerramento de dez publicações. Entre os títulos extintos: Cosmopolitan, Elle, Boa Forma, VIP, Viagem e Turismo, Mundo Estranho, Arquitetura, Casa Claudia, Minha Casa e Bebe.com. As revistas Veja, Exame e Claudia foram poupadas, pelo menos por enquanto. Além desses títulos, também a edição regional da Veja para o Rio de Janeiro, a Vejinha Rio, deixará de circular a partir desta semana após 27 anos.

capa-elle-com-logo-leve-580x764 1661349-giovanna-antonelli-posou-de-biquini-para-950x0-2

17630046_10154551755809072_2730216543666863963_n

É inegável a importância da revista ELLE no crescimento e amadurecimento da cultura fashion brasileira. Em seu Instagram, a ELLE publicou um comunicado que relembra um pouco desta linda história de amor à moda.

“Comunicamos que a Editora Abril, que detém os direitos de licenciamento da Elle no Brasil, decidiu descontinuar a publicação do título a partir deste mês, tanto no impresso quanto no online. Desde que chegou ao Brasil, em 1988, a Elle revolucionou o mercado editorial com sua linguagem inovadora, sua moda jovem e irreverente, seu lifestyle luxuoso e ao mesmo tempo, acessível. Durante esses 30 anos, formou grandes profissionais, lançou e ajudou a consolidar a carreira de inúmeros fotógrafos, modelos e estilistas.

Saiu na frente ao ser a primeira revista de seu segmento a ter um site, a ganhar uma edição digital para tablets, a produzir conteúdos em vídeo e a estar presente em todas as redes sociais. Elle também foi pioneira ao ser a primeira revista de moda brasileira a defender liberdades individuais, a falar de feminismo, a se posicionar sobre questões de gênero e a dar cada vez mais espaço para a diversidade. Cumpriu seu papel de fazer um jornalismo de moda sério, moderno e engajado, compartilhando com sua audiência valores fundamentados em respeito, empatia e humanismo. Soube capturar como nenhum outro título o espírito de seu tempo e virou referência no mercado editorial brasileiro. Publicou capas histórias que foram aclamadas por aqui e internacionalmente.

É com tristeza, mas sobretudo com muito orgulho, que a equipe se despede de seus leitores com a edição de agosto, que está nas bancas e fala de sustentabilidade na moda e nas relações, além de trazer belíssimas imagens registradas na Amazônia.

Agradecemos imensamente a todos aqueles que nos acompanharam até aqui. ”
capa-elle-cindy-crawford-marco-1993 capa-elle-marco-2000-1

Conexão Mykonos: onde comer

Ah, a Grécia… destino certo entre a turma mais descolada ao redor do mundo, o país desperta paixões. Não só pela beleza, inegável e indiscutível, mas também pela culinária, saborosa, requintada e o melhor de tudo, saudável!

Então, se você está de viagem marcada para Mykonos, pega o caderno e anota esses dois lugares incríveis e um pouquinho fora do circuito óbvio da ilha:

mykonos5

Lotus: “Um dos meus preferidos”, confessa a chef Mariana Fonseca, nome por trás dos concorridos Myk e Kouzina, sobre o restaurante em Matoyianni Street. O endereço é a pedida para você que quer provar o melhor da comida mediterrânea, como o clássico atum selado na crosta de gergelim, em um ambiente mega badalado.

139485705_1497523376-1

Kounelas Fish Taverna: Em um ambiente mais descontraído, o resto fica na cidade próximo do porto e é o lugar certo para provar frutos do mar. Não deixe de experimentar a incrível sopa de peixe. É de deixar saudade!

mykonos-cruise-port-restaurant-fish-tavern-koumelas-chora-old-town-photo-copyright-iqcruising

 

Alfred Hitchcock no MIS

Cinéfilos e fashionistas, atenção: a exposição  “Hitchcock – Bastidores do Suspense”, que está rolando no Museu da Imagem e Som (MIS), desde 13 de julho, é visita obrigatória!

alfred-hitchcock-home

A expô tem como foco o “por trás das câmeras” e o modo de fazer cinema do diretor, curiosidades e detalhes do longo período de sua produção no cinema.

Entre os itens expostos estão fotos, manuscritos, storyboards, croquis de figurinos, cartazes e materiais de divulgação dos filmes, como kits de imprensa e lobby cards (fotos de porta de cinema ou cartazetes), matérias de jornais e revistas e diversos outros elementos, além de material audiovisual, como, por exemplo, trechos de filmes do início da carreira do diretor.

hitchcock-e-o-ator-paul-newman-no-intervalo-das-grava-o-aes-do-filme-cortina-rasgada-1966-acervo-marc-wanamaker-bison-archives-hollywood-california imagem_de_divulgacao_do_filme_psicose_1960_acervo_marc_wanamaker_bison_archives_hollywood_california

A mostra explora o suspense característico dos filmes de Hitchcock com surpresas para os visitantes.

Para o pesssoal que curte moda, a exibição traz os croquis originais dos figurinos desenhados por Edith Head (1897-1981), que trabalhou com Hitchcock em mais de 10 filmes, e em seu tempo de vida acumulou oito estatuetas do Oscar de melhor figurino e 35 indicações ao prêmio – o que faz dela a mais premiada estilista de Hollywood até hoje. E mais: dá para conferir ali em tamanho real reproduções dos seus figurinos, como os que vestiram a diva Grace Kelly em Ladrão de Casaca (1955) e Kim Novak em O Corpo Que Cai (1958).

desenho_de_figurino_para_personagem_de_kim_novak_no_filme_um_corpo_que_cai_1958_edith_head_papers_biblioteca_margaret_herrick_ampas

MIS: Av. Europa, 158, São Paulo;  Até 21/10.

Conexão Porto: onde comer

Portugal é definitivamente o destino queridinho do momento. Muita gente bacana está se mudando para a terrinha e mesmo se esse não for seu caso, com certeza, será uma parada sua nesse verão Europeu!

Em Porto, não deixe de ir ao Mini Bar, regido pelo badalado chef  José Avillez.

A pedida  certa é o terrine de fois grois com uvas e vinho do Porto e as vieiras salteadas com sabores thai – tudo embalado por boa música em um abiente pra lá de incrível!

 Rua da Picaria, 12 – Porto                                                                                                      ( o restaurante também tem endereço em Lisboa)

radar-porto-mini-bar

 

Na mesma rua, fica o Boa-Bao, restaurante bacana e recém inaugurado, que oferece um menu interessante de pratos asiáticos – passando por Tailândia, Vietnã, Coreia do Sul, China e Japão.

Boa opção para quem quer conhecer a gastronomia de Porto fora do circuito tradicional.

Rua da Picaria 61-65

radar-porto-boa-bao