Chanel Cruise Collection

Como eu já havia falado, aconteceu ontem o desfile da a coleção Chanel Cruise 2013/2014 Pela primeira vez na Ásia, foi em Singapura que Karl Lagerfeld montou uma passarela em meio a paredes descascadas e chão de cimento para mostrar a coleção de resort 2014. Na passarela que reinou foi o B&W, marinho e jeans. Nos shapes, muitas calças amplas, maxi blazers, casaquetos, barriga de fora, sobreposições, mix de estampas e claro muitas pérolas e camélias.

As tops brasileiras arrasam!

A Hope Lingerie apostou nas tops brasileiras e trouxe nomes de peso no mercado internacional para estrelar sua campanha: Cintia Dicker, Emanuela de Paula e Flávia Oliveira. A foto em P&B foi feita por Jairo Goldfus. E mostra a diversidade da beleza brasileira e porque as tops são tão requisitadas.

Gisele belíssima na capa da Elle Alemanha de março, a foto é da dupla Mert Alas e Marcus Piggott.

SPFW – Dia II

SPFW inverno 13: Colcci – O inverno da Colcci teve sua inspiração nos uniformes. “Começamos pensando no militar, mas terminamos nos uniformes em geral. Esse tipo de vestimenta tem linhas limpas e geométricas e sempre remete à elegância.” explicou Jeziel Moraes. Na passarela muitas saias de prega e as jaquetas bomber lembraram as roupas de estilo college e coturnos saídos dos trajes militares! Na passarela muitas saias de prega e as jaquetas bomber lembraram as roupas de estilo college e coturnos saídos dos trajes militares!

Samuel Cirnansck: Com apenas 15 looks o estilista mostrou sua coleção. Inspirado na Rainha Nefertiti o desfile trouxe vestidos esvoaçantes que tomaram conta da passarela. Não houve economia nas pedrarias e bordados feitos à mão, o que reforçou ainda mais a veia artesanal do designer.  O desfile foi focado em cores e silhuetas bonitas e sensuais: o repuxado no quadril que deixa o vestido mais curto na frente, o estruturado no peito, as costas aparecendo, tecidos finos e deslizantes. Nefertiti, nome da rainha-sacerdotiza do Egito antigo que quer dizer “A mais bela chegou”

Lino Villaventura – Os desfiles do estilista são sempre marcantes, quase dramáticos. Nesse, modelos saíam de uma nuvem de fumaça. A aura dark perfumou bem os vestidos cheios de nervuras.

 

SPFW – Dia I

SPFW inverno 2013 – Tufi Duek: Inspirado pelo filme Os Pássaros de Alfred Hitchcock, a Tufi Duek colocou na passarela mulheres sexies e com ares fetichistas. Pontuada por peças impactantes e fortes, a coleção tem no preto sua cor-chave, inspirada no corvo. “Para diferenciar um look do outro, trabalhamos diferentes texturas, fosco, brilho. Usamos couro, malha de lã, renda resinada e paetês especiais, que ora lembram a trama de um tricô, ora mudam de cor, conforme a luz”, destacou Eduardo Pombal. O couro é um dos principais materiais da coleção e surgiu com um tratamento para ganhar briho e um ar plastificado. A silhueta justa aparece nas saias lápis e nos ternos, mostrando que mesmo sensual a coleção não perde sua elegância.

Triton: A estilista Karen Fuke disse que a coleção é a continuidade do verão. “É uma evolução do que fizemos na temporada passada.” A alfaiataria desconstruída continua lá, com blazers e paletós amplos, tudo máxi. A estampas saíram do lugar comum,e os florais da marca surgiram com uma pegada mais dark – flores carnívoras e rosas com espinhos. Do começo P&B à passagem pelo verde militar e os momentos de azul e vermelho, o clima era neogrunge A grife misturou sua essência ao rock’n’roll em toda a coleção.

Ronaldo Fraga – Inspirado pelo trabalho do ilustrador mineiro Paulo Marques de Oliveira, o estilista abusou de círculos com setas, folhas e flores para criar looks simples e super modernos.

 

Edição de inverno 2013 do SPFW será histórica, segundo Paulo Borges

“Esta temporada de inverno 2013 será histórica”, afirmou Paulo Borges, idealizador e diretor criativo do SPFW, durante o café da manhã de lançamento da nova edição da semana de moda paulistana, nesta segunda-feira, 29 de outubro, no Hotel Tivoli, em São Paulo. “Daqui a alguns anos, vamos olhar para 2012 e perceber que este foi o ano em que a moda nacional mais recebeu investimentos.”

SPFW Inverno 2013 marca a mudança no calendário nacional, que passa a desfilar suas coleções de verão em março e as de inverno em outubro, com o objetivo de tornar a indústria brasileira mais competitiva e ajustá-la ao panorama global. “Essa alteração tem a ver com o momento que o Brasil está vivendo, com uma economia estável e o mercado aberto aos produtos que vêm de fora. As nossas grifes precisam de mais tempo para planejar, crescer e encontrar seu papel na dinâmica global, processos que as datas antigas dificultavam. Diante disso, o novo calendário foi uma decisão natural, que já era prevista desde o início do SPFW e do Fashion Rio, ainda na década de 1990, e que encontrou agora o seu momento ideal”, explicou.

Frente à nova perspectiva que se abre para a indústria da moda nacional, Borges garante que esta é uma temporada de celebração e, por isso, a escolha do tema desta edição foi Garden Party. “Será uma verdadeira festa no jardim, já que estaremos no Parque Villa Lobos, local escolhido por ser uma rota turística pouco vista na cidade e contar com uma infraestrutura de acesso muito boa.” A cenografia ficou por conta do artista plástico Felipe Morozini, que se inspirou em estufas para criar a ambientação. “As estufas são lugares onde se cultiva, se cuida do crescimento. Esse conceito foi nosso ponto de partida”, disse o artista.

Mas como toda mudança precisa de um tempo de adaptação, o inverno 2013 será enxuto, com apenas 19 marcas e quatro dias de duração – a edição de verão 2013, por exemplo, teve 32 apresentações distribuídas em seis dias. “O foco desta temporada são as coleções. Teremos duas salas de desfiles, ao invés de três, e os cenários serão mais simples, tudo para tornar o evento o mais eficiente possível”, observou Borges. Já para o ano que vem, em março, está previsto o retorno ao habitual prédio da Bienal, no Parque do Ibirapuera. O mesmo, no entanto, não acontecerá em outubro de 2013 e o local ainda permanece indefinido – a tendência é que os eventos do segundo semestre sejam realizados em locais diversos. “Sou uma pessoa muito flexível e encaro essas mudanças de forma positiva”, disse o idealizador do SPFW, mostrando-se confiante em relação à esta e às próximas edições das semanas de moda brasileiras.

Fonte: modaspot.abril.com.b

Isabeli para a primavera-verão da Mango!

Desde que foi anunciado que Scarlet Johansson não é mais o rosto da Mango criou-se uma especulação para saber quem será a new face da grife espanhola. Mês passado, Kate Moss e Terry Richardson fotografaram em Paris para a marca, foi um buxixo. E agora, o mesmo Terry Richardson, fotografou a brasileiríssima Isabeli Fontana para o novo catálogo primavera-verão da Mango. As fotos têm uma iluminação incrível e foram feitas no aeroporto de Orly, em Paris, em um clima de ‘estou viajando a passeio’. O styling ficou por conta da produtora alemã Antje Winter. Reparem que o vermelho é tendência mesmo, (olha a red paint, aí) vale a pena investir em boas peças nesse tom. Outro must have é o flare jeans! Com o quadril mais ajustado e boca larga fica incrível com camisa e é legal para dar uma disfarçada nos quadris mais largos! Aposte na mistura flare jeans, camisas e sapatos de salto grosso!Dá vontade de ter todos, não dá?

O vermelho é tendência, pode apostar.

 

Looks incríveis!!
Outro must have, o flare jeans

 

Vamos falar de festa?

Vogue comemorou seus 36 anos com muito luxo. A festança aconteceu no Terraço Itália, centro de São Paulo, uma das mais belas vistas da cidade. Entre os 250 convidados, Sig Bergamin, Daniella Helayel, Andrea Dellal, Luiza Brunet, Betty Lagardère, Mayana Moura, Gloria Coelho, Juliana Jabour e a presença ilustre de Claire Danes.

Além dele é claro, Mario Testino, o convidado mais badalado e dizem, mais animado. O fotógrafo foi o grande responsável pela foto da capa e pelo editorial da especialíssima edição de maio da Vogue Brasil, que tem como estrela, ninguém menos que Kate Moss.

Além de Kate, Mario fotografou personalidades brasileiras como Pelé e Oscar Niemeyer. A Vogue de aniversário e suas 508 páginas estarão nas bancas dia 2 de maio.

Por enquanto podem babar na capa. 

As seletas convidadas e o deslumbrante Terraço Itália.
Mario e sua ‘cria’.
A capa.

 

Calça vermelha o must have do inverno!

A calça vermelha acaba de virar o hit do inverno 2011, saídas das passarelas internacionais, elas estão sendo vistas com várias celebrities e trendsetters. As mais legais são em couro ou sarja, no quesito modelagem, aposte na skinny. Balmain ama, Valentino apostou. No Brasil, a Ausländer e a Daslu fizeram e Kate Moss usou e transformou a peça imediatamente no objeto do desejo da estação. Mas fique atenta às combinações, opte por peças clássicas e cores sóbrias para acompanhar. Uma dica que fica incrível é misturar a calça vermelha com uma peça Camelo, a outra tendência desse inverno!

Garotas, olhem esses looks e inspirem-se, vale a pena investir em uma! Ela tem tudo para se transformar em um clássico do nosso armário.

Kate Moss